top of page

Engenheiro estrutural: qual a função, o salário e quem pode ser um? Saiba mais!

A profissão de engenheiro estrutural é essencial para a segurança e estabilidade de construções. Saiba mais sobre a função, o salário e quem pode se tornar um engenheiro estrutural.


dois engenheiros com uma planta analisando uma estrutura


O engenheiro estrutural deve garantir a estabilidade e segurança de diversas estruturas. Neste artigo, vamos explorar a função desse profissional, suas responsabilidades e as habilidades necessárias para ingressar nessa carreira promissora. 

Além disso, discutiremos o salário médio de um engenheiro estrutural e quais são os requisitos para se tornar um. 

Se você está interessado em atuar na área de engenharia ou apenas quer entender melhor essa profissão, continue conosco!


O que é um engenheiro estrutural?

Um engenheiro estrutural é um profissional especializado na concepção, análise e construção de estruturas que suportam e resistem a cargas e forças externas. 

Esses profissionais desempenham um papel crucial no mercado de construções, garantindo a segurança e a estabilidade de edifícios, pontes, túneis, barragens e outras estruturas similares.


Qual a função de um engenheiro estrutural?

A principal função de um engenheiro estrutural é projetar sistemas estruturais eficientes, considerando os materiais adequados, as cargas que serão aplicadas às estruturas e os fatores ambientais. 

Eles utilizam princípios da engenharia civil, como matemática, física e conhecimento das propriedades dos materiais, para desenvolver soluções que garantam a integridade das estruturas ao longo do tempo.

Além disso, os engenheiros estruturais também utilizam tecnologias avançadas, como softwares de modelagem e simulação. Dessa forma, podem analisar o comportamento das estruturas em diferentes situações e verificar sua capacidade de suportar cargas, como vento, terremotos e pressões hidrostáticas. 

Eles trabalham em estreita colaboração com arquitetos, engenheiros civis e outros profissionais da construção para garantir que as estruturas atendam a todos os requisitos de segurança, funcionalidade e estética.


Principais tarefas de um engenheiro estrutural

Um engenheiro estrutural desempenha uma variedade de tarefas fundamentais para garantir a segurança e eficiência das estruturas. 

A seguir, estão algumas das principais tarefas desse profissional:


Projetar estruturas seguras e funcionais

Os engenheiros estruturais são responsáveis por projetar estruturas que sejam capazes de suportar cargas e resistir a forças externas, garantindo sua segurança e funcionalidade.


Analisar cargas e forças

Eles realizam análises detalhadas para determinar as cargas e forças que atuarão sobre a estrutura, considerando diversos fatores como peso próprio, ocupação, vento, terremotos e outros fatores ambientais.


Selecionar materiais

Com base nas análises realizadas, os engenheiros estruturais selecionam os materiais adequados para a construção, considerando propriedades como resistência, durabilidade e custo.


Realizar cálculos estruturais

Utilizando princípios matemáticos e conhecimentos técnicos, eles realizam cálculos estruturais para determinar a capacidade de carga e dimensionar os elementos estruturais, garantindo sua adequação aos requisitos de segurança.


Desenvolver desenhos técnicos e modelos computacionais

Os engenheiros estruturais criam desenhos técnicos detalhados e modelos computacionais 3D para visualizar e comunicar os projetos estruturais.


Colaborar com outros profissionais da construção

Eles trabalham em estreita colaboração com arquitetos, engenheiros civis e outros profissionais da construção para integrar o projeto arquitetônico com a estrutura, garantindo harmonia e funcionalidade.


Verificar normas e regulamentos de segurança

Os engenheiros estruturais verificam e aplicam as normas e regulamentos de segurança vigentes para garantir que as estruturas estejam em conformidade com os padrões de segurança.


Supervisionar a construção

Durante a construção, eles supervisionam o processo para garantir que o projeto seja implementado corretamente e que a estrutura esteja sendo construída conforme projetado.


Solucionar problemas e propor soluções técnicas

Em caso de desafios ou problemas encontrados durante a construção, ou uso da estrutura, os engenheiros estruturais são responsáveis por propor soluções técnicas e implementar correções necessárias.


Realizar análises de risco e implementar medidas de segurança

Eles conduzem análises de risco para identificar possíveis falhas e implementam medidas de segurança adicionais, quando necessário, a fim de minimizar os riscos associados à estrutura.

Essas tarefas refletem a abrangência e a importância do trabalho realizado pelos engenheiros estruturais, que desempenham um papel essencial na criação de estruturas seguras e duradouras.


Qual o salário de um engenheiro estrutural? 


O salário de um engenheiro estrutural pode variar dependendo de vários fatores, como experiência, localização geográfica, setor de atuação e tamanho da empresa. 

No entanto, de forma geral, essa carreira oferece boas possibilidades de remuneração.

A média salarial de um engenheiro estrutural varia entre R$ 6.000 e R$ 12.000 por mês no Brasil, para profissionais com experiência de 1 a 5 anos. 

Engenheiros mais experientes, com mais de 5 anos de atuação na área, podem ter salários que ultrapassam os R$ 15.000 por mês, podendo chegar a valores mais elevados, dependendo do nível hierárquico e da complexidade dos projetos em que estão envolvidos.

Esses valores se tratam de estimativas e podem variar de acordo com os fatores citados. Além disso, engenheiros estruturais que possuam especializações ou certificações adicionais podem ter salários maiores.


Quem pode ser um engenheiro estrutural?


Para ingressar nessa profissão, é necessário obter uma formação acadêmica em Engenharia Civil ou uma área relacionada, como Engenharia de Construção. 

Durante a graduação, os estudantes adquirem conhecimentos em disciplinas como matemática, física, mecânica dos materiais e análise estrutural. 

Além da formação acadêmica, é recomendado adquirir experiência prática por meio de estágios, projetos acadêmicos ou empregos em empresas de engenharia, ou construção civil. 

O aprendizado contínuo e o desenvolvimento de habilidades técnicas são essenciais para se destacar e ter sucesso como engenheiro estrutural.


Onde estudar Engenharia Civil?


O Centro Universitário Central Paulista (Unicep), localizado em São Carlos, é uma instituição de ensino renomada que oferece o curso de Engenharia Civil. A Unicep é reconhecida pela qualidade de sua formação acadêmica e pela preparação dos estudantes para atuarem de forma competente no mercado de trabalho.

O curso de Engenharia Civil da Unicep possui uma grade curricular abrangente, que aborda os principais fundamentos teóricos e práticos da engenharia civil. Os alunos têm a oportunidade de estudar disciplinas como cálculo, física, estruturas, hidráulica, geotecnia e planejamento urbano. Assim, se adquire um amplo conhecimento em diversas áreas da engenharia civil.

Além disso, a Unicep oferece laboratórios modernos e bem equipados, proporcionando aos estudantes a oportunidade de colocar em prática o conhecimento adquirido em sala de aula. 

A instituição também conta com um corpo docente qualificado, formado por professores com experiência acadêmica e profissional, que estão sempre atualizados em relação às tendências e demandas do mercado de trabalho.

bottom of page