Farmácia

O CURSO

Renovação do Reconhecimento: Portaria SERES/MEC nº 257, de 16 de dezembro de 2011, publicado no DOU em 09/01/2012

Duração: 5 anos diurno e noturno

A partir de 2014, duração: 4 anos diurno e 5 anos noturno com possibilidade de conclusão em 4,5 anos noturno.

Numero de Vagas: 60 Diurno e 60 Noturno

ENADE: CPC: 4 IGC: 4

Selo do Guia do Estudante: Três Estrelas

Classificação Ranking Universitário Folha (RUF – 2013) - Curso de Farmácia UNICEP

 

Dados Gerais

O curso de Farmácia da UNICEP tem como objetivo formar profissionais farmacêuticos capazes de atuar no desenvolvimento, manipulação e uso de medicamentos, bem como no planejamento, gerenciamento e desempenho da assistência farmacêutica em farmácias de manipulação alopática, farmácias hospitalares, drogarias e nas equipes multiprofissionais de saúde.

Além disso, o farmacêutico generalista é formado para o âmbito humanista, crítico e reflexivo, tendo como atribuições essenciais a prevenção, promoção, proteção e recuperação da saúde humana, desenvolvendo atividades associadas ao fármaco e ao medicamento, às análises clínicas e toxicológicas e ao controle, produção e análise de alimentos

 

INFRAESTRUTURA DO CURSO

As atividades do Curso de Bacharelado em Farmácia são desenvolvidas no Campus II – UNICEP – São Carlos/SP.

A infraestrutura oferecida para um curso é de fundamental importância para o desenvolvimento das competências e habilidades do aluno.

A fim de concretizar as práticas pedagógicas do curso a Instituição procura oferecer uma estrutura física adequada, constituída por salas de aula amplas, bem ventiladas, iluminadas, com disponibilidade de recursos audiovisuais (data show, retroprojetor e outros).

Para o desenvolvimento das atividades práticas, contamos com:

  • 02 Laboratórios de Microscopia amplos e bem equipados;
  • 01 Laboratório de Anatomia Humana
  • 01 Laboratório de Microbiologia;
  • 01 Laboratório de Biotecnologia e Genética;
  • 01 Laboratório de Química;
  • 01 Laboratório Multidisciplinar;
  • 01 Laboratório de Controle de Qualidade de Fármacos e Medicamentos
  • 09 Laboratórios de Informática, com equipamentos modernos e softwares disponíveis, conforme necessidade dos diversos cursos.
  • 01 Biblioteca ampla com espaço físico adequado e disponibiliza de forma rápida e organizada as informações de interesse e aprimoramento profissional, educacional e pessoal. A forma de acesso e de utilização do acervo é on-line, disponibilizado 24 horas para consulta através de conexão à internet.

O Curso conta ainda com uma Farmácia Escola bem equipada e um laboratório Industrial Farmacêutica

 

COORDENAÇÃO

A coordenação do Curso de Farmácia está sob responsabilidade do Prof. Dr. Daniel Sivieri Cordeiro, farmacêutico bioquímico formado pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, FCFRP/USP, em 1998. É doutor em Ciências Farmacêuticas, pela FCFRP/USP em 2005 com a tese intitulada “Secagem de Plantas Aromáticas e Medicinais: Obtenção de Isotermas de Equilíbrio e Características de Secagem das Folhas de Maytenus ilicifolia (Espinheira Santa) e Cymbopogon citratus (Capim Limão)”.

O Professor Daniel Sivieri Cordeiro possui experiência como docente, tendo trabalhado como professor substituto da disciplina de Economia e Administração Farmacêutica pela FCFRP/USP em 2006 e atualmente ministra aulas teóricas e práticas nas disciplinas de Farmacotécnica Industrial I e II, Física Industrial e Síntese de Fármacos pela Faculdade de Farmácia, Orientação de Estágios e TCC do UNICEP.

Como experiência administrativa é coordenador do Curso de Farmácia do UNICEP (desde 2007) tendo trabalhado na elaboração do Plano Pedagógico do Curso e sendo também membro do Conselho do Curso desde 2006.

 

FARMÁCIA ESCOLA

Preocupado com a qualidade na formação de seus alunos, o UNICEP iniciou no ano de 2005 a construção da Farmácia-Escola, sendo obtido o alvará de funcionamento para a drogaria em setembro de 2007 e a licença para o funcionamento das farmácias de manipulação e homeopatia estão em fase final de aprovação. Destinou-se para a construção do Bloco da Farmácia Escola do Centro Universitário Central Paulista, uma área de aproximadamente 300m².

A Farmácia Escola foi estruturada de acordo com a legislação vigente de Boas Práticas de Manipulação em Farmácia e da RDC 67, de 8 de outubro de 2007, o que implicou em uma estrutura física diferenciada e com a presença de equipamentos específicos, sempre visando ao acadêmico do Curso uma maior experiência com a prática profissional.

A Farmácia Escola do UNICEP é um estabelecimento comercial e acadêmico e tem por finalidade oferecer as condições de estágio e treinamento aos acadêmicos do Curso de Farmácia, bem como o atendimento e prestação de serviços à população de São Carlos, oferecendo à comunidade medicamentos de qualidade e de baixo custo. A Farmácia Escola oferece, aos alunos do Curso, estágio nas três modalidades mais importantes para o farmacêutico generalista, tais como drogaria, manipulação e homeopatia.

A Farmácia Escola é um estabelecimento que se fundamenta em estender os conhecimentos teórico-práticos que os alunos recebem durante o Curso e associar estes com o trabalho e ajuda para a comunidade. Ela conta com a presença de profissionais farmacêuticos (técnico-responsável) e de professores qualificados a dar instruções quanto à atenção farmacêutica, economia, normas técnicas, ética, manipulação de medicamentos e insumos.

Dentre as modalidades oferecidas, a estrutura da Farmácia Escola conta com laboratórios bem equipados para a manipulação farmacêutica, homeopatia e drogaria. Os laboratórios de manipulação são separados em setores, tais como a manipulação de sólidos (pós e cápsulas), semi-sólidos (géis, cremes) e líquidos (xaropes, soluções) além das salas de lavagem de vidrarias de contam com destiladores e equipamento de osmose reversa. Além disso, a Farmácia Escola conta com laboratório de Controle de Qualidade para as matérias-primas contendo equipamentos como espectrofotômetro UV, pHmetro, estufas para secagem e esterilização, viscosímetro, medidor de ponto de fusão, balanças analíticas e purificador de água por osmose reversa, visando proporcionar ao estudante conhecimentos teórico-práticos que ele utilizará no seu dia-a-dia como farmacêutico. A homeopatia conta com dinamizador e estrutura para a manipulação de medicamentos homeopáticos de forma correta e criteriosa.

Na drogaria, onde são comercializados medicamentos e correlatos, realiza-se a atenção primária à saúde (preconizada pela Organização Mundial da Saúde) onde a população tem contato com profissionais especializados recebendo orientações sobre normas sanitárias básicas, uso correto e racional de medicamentos, contribuindo, assim, para um melhor funcionamento no sistema de saúde em geral.

A Farmácia Escola é um diferencial do Curso de Farmácia do UNICEP, e tem por finalidade levar aos alunos um modelo de atenção e assistência farmacêutica nas áreas de alopatia, homeopatia e cosméticos, atuando desde a produção até a dispensação dos medicamentos. Todos os estudantes de Farmácia atuam como estagiários da Farmácia Escola e, aprendem, na prática, a manipular e dispensar medicamentos, a orientar os pacientes sobre as reações medicamentosas e acompanhar casos clínicos, enfatizando o papel do farmacêutico na sociedade.

Alguns professores do curso de farmácia participam de atividades que são necessárias para o bom andamento do setor, orientando os alunos em relação ao procedimento de atenção farmacêutica, interações medicamentosas, manipulação das diversas formas farmacêuticas e, ainda, na elaboração de trabalhos para que haja maior atividade e interação dos alunos com o estágio e objetivos propostos.

A atenção farmacêutica é um modelo de prática farmacêutica que enfoca não apenas o medicamento, mas também é um serviço voltado ao paciente, como uma forma responsável de promover a farmacoterapia, sempre considerando as possibilidades de uma melhor qualidade de vida dos pacientes, estabelecendo uma relação farmacêutico-paciente baseada na realização da função de controle do uso correto e racional dos medicamentos, apoiando-se no monitoramento e buscando o maior interesse e adesão do paciente ao tratamento.

 

Objetivos da Farmácia-Escola:

Formação dos acadêmicos de Farmácia, que através da realização de estágios curriculares poderão vivenciar a prática do dia-a-dia do farmacêutico que corresponde a uma das áreas de atuação profissional. Fornecer informações seguras sobre o uso correto e racional de medicamentos, com uma atendimento diferenciado e de qualidade, incentivando o aumento da adesão ao tratamento; Proporcionar melhor qualidade de vida aos usuários, por meio da Atenção Farmacêutica; Atender aos alunos do Curso de Farmácia (estágios), a comunidade acadêmica e comunidade em geral.

 

A Farmácia Escola estará preparada para:

Fornecer medicamentos alopáticos na forma líquida (xaropes, soluções farmacêuticas), sólida (pós, cápsulas) e semi-sólida (géis, cremes, pomadas). Fornecer medicamentos homeopáticos na forma líquida e glóbulos em escala centesimal e decimal. Assistência ao paciente e ao médico. Venda de medicamentos industrializados e correlatos.

 

Atendimento

Segunda a Sexta, das 9h30 às 12h30 e das 14h30 às 19h30 e, aos Sábados, das 9h às 13h.

Telefone: ramal 2167; 2171. 3307-2111

E-mail: farmaciaescola@unicep.com.br

Farmacêutica Responsável: Mariane Leite

 

LABORATÓRIO INDÚSTRIA FARMACÊUTICA

O Laboratório Indústria Farmacêutica (LIF) do UNICEP foi outro empreendimento diferencial, proporcionando aos acadêmicos do Curso de Farmácia uma visão de processos industriais em pequena escala, ou seja, em escala piloto, sendo que propiciará aos alunos as ferramentas necessárias para constatar e solucionar os principais problemas de produção de medicamentos em escalas industriais.

Os alunos têm a oportunidade de assistir aulas práticas no LIF das disciplinas profissionalizantes como Farmacotécnica Industrial I e II, Física Industrial, Cosmetologia, Farmacotécnica I e II, e, após realizarem a produção de medicamentos e de cosméticos, podem fazer a análise de sua qualidade nas aulas práticas nas disciplinas de Controle de Qualidade de Fármacos e Medicamentos I e II, ou seja, fazerem o controle físico-químico e microbiológico, respectivamente.

O LIF foi projetado com base em uma indústria farmacêutica de pequeno porte, a fim de evitar contaminação cruzada entre os diferentes lotes de produções de medicamentos, e conta com amplo espaço e com bancadas para melhor acomodação dos alunos para melhor aproveitamento do conteúdo ministrado nas aulas práticas. Conta ainda com equipamentos industriais de pequeno porte, os quais são também encontrados nas grandes indústrias farmacêuticas, tais como misturador em V, moinhos de bolas, compressora de pós para fabricação de comprimidos, drageadeira utilizada para revestimento de comprimidos, estufa de secagem, granuladora, amassadeira, misturador planetário para formas farmacêuticas semi-sólidas e envasadora de formas farmacêuticas líquidas.

O LIF tem ainda a finalidade de despertar o interesse e preparar os alunos para a atuação na indústria farmacêutica e de cosméticos, as quais apresentam uma grande demanda para profissionais qualificados e é um importante campo de atuação do farmacêutico.

 

MATRIZ CURRICULAR

DOCUMENTOS IMPORTANTES

Orientação em Estágio I

 

Orientação em Estágio II

 

Orientação em Estágio III

 

Orientação em Estágio IV

 

Trabalho de Conclusão de Curso - TCC

 

Ficha de Visitas

Manual de Estágio

 

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

As atividades de complementares representam uma forma importante de viabilizar e estimular o relacionamento dos estudantes e docentes com diferentes setores da sociedade. Permitem um diálogo com diversos segmentos sociais, propiciando o conhecimento da realidade, a descoberta e a experimentação de alternativas de solução e encaminhamento de problemas.

As atividades de extensão têm por objetivos:

  • Intensificar o contato dos alunos com a sociedade, contribuindo para sua formação e despertando a consciência para a necessidade de um compromisso social;
  • Promover a integração entre o currículo e as situações concretas da sociedade que o futuro profissional vai encontrar;
  • Contribuir para a formação ética do profissional;
  • Estimular atitude de interação com a realidade.

 

As atividades de extensão ocorrem de forma diversificada, de acordo com diferentes situações e parceiros junto as quais são desenvolvidas. Entretanto, no desenvolvimento de qualquer atividade de extensão, os estudantes, com a orientação de um professor, têm oportunidade de:

  • Conhecer realidades específicas, elaborando, cooperativamente, levantamentos, pesquisas de campo, diagnósticos, projetos e colaborando no encaminhamento de soluções de problemas;
  • Acompanhar, apoiar e assessorar projetos em desenvolvimento e atividades de rotina;
  • Vivenciar práticas profissionais de forma cooperativa e multidisciplinar em situações concretas de demandas de instituições e da população;
  • Colaborar, atendendo certas necessidades da população, em ações promovidas pelo poder público ou por organizações da sociedade civil;
  • Desenvolver atividades de intercâmbio de conhecimentos entre a universidade e a população, ministrando cursos, fazendo ou promovendo palestras, levantamentos de dados, realizando orientação para a população, etc.

 

Com essas atividades, pretende-se a formação de um profissional cidadão, o que requer a efetiva interação do aluno com a sociedade, permitindo referenciar sua formação técnica com os problemas que um dia terá de enfrentar.

No Curso de Farmácia do UNICEP, essas atividades, as quais se desenvolvem em diferentes áreas e projetos de extensão, permitem que o aluno vivencie experiências de reconhecimento e de intercâmbio com a operacionalização de programas e políticas públicas na área de saúde e assistência farmacêutica.

 

ESTÁGIO SUPERVISIONADO

O estágio curricular é a principal atividade da prática profissional, onde os alunos serão estimulados a participar de atividades extra classes desde o início da graduação.

Conforme Art. 7o da Resolução CNE/CES 2/2002, os estágios curriculares devem corresponder a 20% da carga horária total do curso de graduação em Farmácia. Desta forma, estágio obrigatório compreende um total de 810 horas, divididas em 3 estágios (Estágio II, Estágio III e Estágio IV) a partir do primeiro semestre do penúltimo ano do curso. O aluno deverá estar matriculado na disciplina de Orientação em Estágio I (40 horas), enquanto para os demais estágios, os alunos deverão estar matriculados nas disciplinas Orientação em Estágio II (160 horas), Orientação em Estágio III (160 horas) e Orientação em Estágio IV (160 horas).

  • Estágio I (200 horas de Atividades Complementares): estágio em atividades complementares, onde o aluno será acompanhado pela Comissão de Estágio, composta por docentes do Curso e terá um professor responsável pela disciplina de Orientação ao Estágio I. Todas as atividades realizadas serão comprovadas através de certificados, sendo as horas de atividades complementares contabilizadas até atingir no mínimo 200 horas em pelo menos 3 modalidades, segundo o Manual de Estágio Curricular do Curso de Farmácia. Cada aluno terá uma pasta individual contendo o xérox dos certificados, conferidos com os originais, que ficará arquivada na Instituição.
  • Estágio II (270 horas de Atividades Integralizadoras): estágio em assistência farmacêutica será realizado através da supervisão de docentes, podendo ser realizado na Instituição ou em outras entidades conveniadas, perfazendo um total de 270 horas, onde o aluno fará a opção de no mínimo 3 modalidades, segundo o Manual de Estágio Curricular do Curso de Farmácia.
  • Estágio III (270 horas de Atividades Integralizadoras): estágio em assistência farmacêutica e/ou indústria farmacêutica será realizado através da supervisão de docentes, podendo ser realizado na Instituição ou em outras entidades conveniadas, cumprindo um total de 270 horas.
  • Estágio IV (270 horas de Atividades Integralizadoras): estágio em assistência farmacêutica e/ou área específica (indústria farmacêutica, análises clínicas e toxicológicas e análises de alimentos) será realizado através da supervisão de docentes, podendo ser realizado na Instituição ou em outras entidades conveniadas, sendo obrigatório o cumprimento de um total de 270 horas.

 

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC

Como exigência para a graduação como Bacharel em Farmácia (atendendo a Resolução CNE/CES 2/2002, Art. 12), o curso de Farmácia prevê a elaboração de um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). O TCC deverá ser composto de um Levantamento Bibliográfico para subseqüente atividade experimental ou revisão de literatura sobre tema pertinente à ciência farmacêutica, fundamentando-se nos conhecimentos teóricos metodológicos assimilados durante todo o desenvolvimento do curso. Assim, o TCC assume o caráter de treinamento metodológico e exercício científico.

A disciplina TCC oferecida aos alunos matriculados no último período do curso de Farmácia caracteriza-se por ser uma disciplina de 80 h/a, tendo como objetivo central propiciar aos alunos um contato direto e efetivo com a elaboração de um texto acadêmico-científico.

Os alunos, futuros Bacharéis em Farmácia, deverão, necessariamente, elaborar suas monografias de forma coerente com o perfil deste profissional. A caracterização da monografia deverá estar de acordo com as normas descritas no Plano de Monografia, bem com a ciência do professor da disciplina TCC. O trabalho desenvolvido deverá ser apresentado para uma Banca Examinadora, composta por docentes do UNICEP ou de outras instituições com atuação em áreas afins ao tema da Monografia. O Regulamento para realização do Trabalho de Conclusão do Curso de Farmácia está em anexo.

Você também pode!

Possibilita que o aluno financie seu curso SEM JUROS! Pagando metade do valor das mensalidades enquanto estuda, e a outra metade depois que se formar.

Programa do MEC destinado a financiar a graduação no Ensino Superior de estudantes que não têm condições de arcar com os custos de sua formação, regularmente matriculados em instituições particulares cadastradas no Programa e com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC. *Exceto Curso de Odontologia.

Tem como finalidade a concessão de bolsas de estudo integrais e parciais, a estudantes de cursos de graduação e sequenciais de formação específica, em instituições privadas de educação superior. *Exceto Curso de Odontologia.

Programa do Governo do Estado de São Paulo, que concede bolsa integral a alunos matriculados nas IES em troca de trabalho nas escolas estaduais aos finais de semana. *Exceto Curso de Odontologia.

O programa visa a apoiar os alunos que apresentam carência sócio-econômica e disponibilidade para prestar serviços em diversos setores da instituição. O aluno recebe uma bolsa estudo/estágio na UNICEP, sem prejuízo de suas atividades acadêmicas. O termo de compromisso é válido por seis meses, podendo ser renovado de acordo com a indicação e/ou solicitação do setor assistido. *Exceto Curso de Odontologia.

Desconto concedido a alunos com um ou mais irmãos ou parentes de 1º Grau ou cônjuges, matriculados na Instituição, desde que o pagamento da mensalidade seja efetuado até a data do vencimento. *Exceto Curso de Odontologia.

Seleção por meio de prova elaborada por professor da área. O aluno com o melhor aproveitamento na prova é selecionado para dar monitoria na disciplina, cumprindo uma carga horária de 10 horas semanais. (Exigência: o aluno deve ter cursado e sido aprovado na disciplina). *Exceto Curso de Odontologia.

A UNICEP mantém convênio com várias empresas e órgãos públicos da região com intuito de beneficiar os colaboradores e funcionários de tais instituições concedendo descontos nas mensalidades. Consulte-nos para saber se a empresa ou órgão público em que trabalha possui convênio conosco e aproveite esta oportunidade. *Exceto Curso de Odontologia.

TRANSFERÊNCIA: Você que está estudando em outra instituição de ensino superior e está em dia com suas mensalidades, tem a possibilidade de transferir seu curso para UNICEP pagando o mesmo valor que está pagando na outra IES ou obter desconto de até 30% nas mensalidades. (sujeito à análise de vagas, documentação acadêmica e comprovação do valor da mensalidade). *Exceto Curso de Odontologia.

A UNICEP concede bolsas parciais de 50% de desconto para alunos graduados em universidades públicas e para egressos da própria UNICEP e, de 30% para egressos de outras instituições de ensino superior privadas, que desejarem cursar sua 2ª graduação conosco. (Válidos para ingressantes em 2017). *Exceto Curso de Odontologia.

Será concedido automaticamente desconto nas mensalidades até o final do curso para os alunos que se matricularem em cursos superiores relacionados pela UNICEP no início de cada ano, de acordo com demandas específicas. Caso tenha interesse, entre em contato conosco e obtenha a relação dos cursos e descontos previstos. *Exceto Curso de Odontologia.

A UNICEP concede desconto de até 40% para alunos que participam de competições esportivas, de âmbito nacional, profissionalmente (Federados - mediante comprovação). *Exceto Curso de Odontologia.

 

SETOR DE RELACIONAMENTO DISCENTE

Esgotadas todas as possibilidades citadas acima, o SETOR DE RELACIONAMENTO DISCENTE, após receber as solicitações de desconto, considerando a carência econômica e o desempenho acadêmico do aluno realiza uma análise e apresenta parecer para a Mantenedora, que poderá conceder descontos no valor da mensalidade de até 30%. Semestralmente a UNICEP fixará edital com a quantidade de bolsas parciais a serem concedidas, de acordo com os cursos e turmas em andamento, bem como cronograma estabelecido para o processo de concessão.
Para renovação do benefício o aluno não poderá ter qualquer dependência acadêmica.

OBS.: Os benefícios não são cumulativos. Preponderará o maior desconto.

Para maiores informações:

Setor de Relacionamento Discente
Telefone: (16) 3362-2111 ramal 2118
Secretaria