top of page

Educação Transformadora: O Papel da Pedagogia no Futuro da Sociedade


Educação Transformadora: O Papel da Pedagogia no Futuro da Sociedade
Educação Transformadora: O Papel da Pedagogia no Futuro da Sociedade

Introdução

A Pedagogia ainda é uma área capaz de representar o futuro, mesmo com o avanço das novas tecnologias no setor educacional, redimensionando a forma pela qual o ensino se comporta.


Cada vez mais especialistas se debruçam sobre pesquisas que buscam explorar as formas mais eficientes e impactantes de formar não somente indivíduos capacitados, mas também preparados para atuar como cidadãos morais e éticos.


Portanto, observamos a ótica de que a Pedagogia não somente representa a ciência do passado, como também do presente e futuro. Esta área sempre acompanhará a evolução da sociedade, já que a educação é a base para todas as profissões.


Falar de Pedagogia também envolve reconhecer sua importância para o desenvolvimento das pessoas, da moral e das relações sociais. Além disso, identifica-se a Pedagogia como uma ciência que se molda sob as mudanças sociais de cada geração.


A carreira em Pedagogia é uma área que passa a desenvolver diferentes linhas de frente, áreas de atuação e possibilidades, demonstrando a alta versatilidade do profissional pedagogo, que não se encontra mais restrito ao papel de educador.


Ao analisarmos também os desafios da profissão para o futuro, verifica-se que os profissionais ainda se deparam com obstáculos antigos, no que diz respeito à infraestrutura, dificuldade de acesso, fruto de um impacto massivo das desigualdades sociais.


Estes pontos são destacados no artigo de forma gradual e detalhada, para que você, futuro pedagogo, tenha em mãos o conhecimento e a noção do que é esperado para uma das carreiras mais importantes de nossa sociedade. Vamos lá?

A importância da Pedagogia no Futuro

A Pedagogia é uma área do conhecimento que acompanha a evolução social. Como parte dessa evolução, devemos dar o devido destaque às tecnologias, que cada vez mais impactam como ferramentas que auxiliam o dia a dia dos profissionais educadores.


Ao mesmo tempo, os pedagogos são os responsáveis por determinar e direcionar o comportamento dos alunos, os quais passam a atuar como protagonistas do processo de ensino e aprendizagem.


No entanto, já existem algumas práticas que deverão ser otimizadas e consideradas para a otimização e qualificação do trabalho dos pedagogos no meio educacional, principalmente. Listamos algumas delas:

  • Escuta Atenta: Inevitavelmente, é preciso que os pedagogos desenvolvam uma escuta atenta aos alunos. Esta prática favorece a conexão de uma relação de maior confiança entre aluno e educador, possibilitando ainda maior comprometimento educacional.

  • Flexibilização Curricular: Uma tendência já presente na maior parte das instituições acadêmicas, diz respeito à flexibilização curricular. O advento das novas tecnologias exige mudanças no currículo tradicional, no sentido de estimular ainda mais o pensamento crítico dos alunos.

  • Gamificação: A estratégia de utilizar jogos para reter a atenção dos alunos é muito potente. Cada vez mais o meio tecnológico domina o cenário, e aliar-se a esta estratégia pode ser muito positivo para o aprendizado.

  • Aprendizagem Ativa. O aprendizado verdadeiro somente ocorre por meio de experimentações. Pedagogos que reconhecem o poder desta estratégia proporcionam melhores experiências aos alunos, também por meio de interações fora do espaço escolar.

  • Pedagogia Progressista: Esta linha pedagógica favorece a aprendizagem ativa dos educandos. No entanto, ainda apresenta alguns obstáculos, associados à dificuldade das escolas em promoverem a autonomia plena aos alunos, principalmente pela imaturidade.

  • Metodologia BYOD(Bring your Own Device, ou “Traga o seu dispositivo”): Como diz o ditado “Se você não pode vencer seu inimigo, una-se a ele”. Neste caso, em referência aos smartphones, é importante que os pedagogos tenham discernimento e consciência sobre o potencial destas ferramentas, e estimulem os alunos a trazerem seus dispositivos, mas com o propósito de mudanças de perspectivas, ou seja, estimulando a utilização pedagógica, ao invés de somente se entreter.

É surpreendente a importância da Pedagogia, não é mesmo? Observamos o elevado potencial que esta área pode apresentar tanto para os indivíduos, quanto a uma nação inteira.


Pesquisas são realizadas a todo o momento para determinar a melhor forma de se educar, levando em conta o avanço fulminante das tecnologias.


Considerando esses fatores, abordaremos como você, futuro pedagogo, pode melhor se posicionar em sua área, analisando os pontos em destaque na carreira em um cenário de grande crescimento e mudanças.


Carreira em Pedagogia

A carreira em Pedagogia apresenta um leque de possibilidades, embora a paixão por educar e lecionar seja um pré-requisito.


Pedagogos que já utilizam a tecnologia como complemento de sua profissão apresentam maior destaque em suas práticas.


Mesmo utilizando-se de ferramentas tradicionais como livros didáticos, o trabalho com tecnologia de ponta pode aprofundar ainda mais o ensino cotidiano.


No entanto, vale ressaltar a alta versatilidade da profissão Pedagogia. Embora, durante muitos anos, estes profissionais se viram restritos às escolas e outras instituições formais, a mudança de mentalidade da própria sociedade em relação à educação, possibilitou outras áreas de atuação.


Hoje, os pedagogos são capacitados para trabalhar em hospitais, bibliotecas, museus, brinquedotecas, escolas de idiomas, e também em empresas, ramo da Pedagogia compreendido como Pedagogia Empresarial.


O pedagogo tornou-se um profissional “camaleão”, ou seja, especializado na atuação de excelência em diferentes frentes, mantendo o alto nível de capacitação e paixão por formar indivíduos como cidadãos.


Mesmo com todas as possibilidades, a Pedagogia ainda é centralizada no trabalho da educação em si, seja em instituições públicas ou privadas.


A capacidade de atuar em uníssono com outros educadores e gestores educacionais, possibilita a ação dos pedagogos na formação integral dos alunos, assim como estimula o atendimento individualizado e proativo.


Pedagogia do século XXI

O século XXI apresenta algumas mudanças em relação ao ensino, evidenciando o alto impacto e influência das próprias tecnologias.


O ambiente tecnológico incide diretamente sobre o meio educativo, de forma que os novos educadores devem ser capazes de utilizar diferentes ferramentas para promover um ambiente mais colaborativo, imersivo e atraente.


Um exemplo prático da tecnologia na educação são os ambientes virtuais de aprendizagem, espaços em que os alunos apresentam a oportunidade de aprender, no ambiente online, de forma construtiva e autônoma.


No entanto, este modelo de aprendizado exige mais responsabilidade e comprometimento dos alunos.


Embora a Pedagogia seja uma área bastante tradicional, tem-se observado uma grande mudança em relação às tendências e práticas. O estímulo ao ensino individualizado e personalizado é uma grande evidência.


Em outras palavras, compreender as demandas de cada aluno favorece um ensino mais eficiente, capaz também de construir uma relação mais sólida entre educando e educador.


No entanto, para que este modelo de ensino seja posto em prática, é preciso que haja capacitação dos educadores. Este processo gera discernimento por parte dos educadores, à medida que aprendem as principais ferramentas e técnicas para melhor gerenciar o ensino educativo.


Outro ponto a ser discutido faz referência à valorização do profissional. Em outros tempos, o profissional educador apresentava maior respeito, ao passo que hoje lida com questões muito complexas, como violência e falta de comprometimento dos alunos.


Paralelamente a este assunto, reverbera a questão negativa sobre as tecnologias. A utilização massiva das redes sociais pelos alunos, de forma exagerada, afeta diretamente o aprendizado em sala de aula.


Em função disso, os educadores passam a apresentar ainda mais trabalho e obstáculos ao lidar com as consequências negativas das tecnologias, como o vício em redes sociais citado.


Cria-se a necessidade de restituir estes modelos e paradigmas sobre as tecnologias, sobretudo promovendo-se a educação em prol da utilização educativa e proveitosa das redes sociais e outras plataformas online.


Em suma, existem muitos desafios e questões ainda a serem ultrapassadas no vasto mundo da educação, as quais serão melhor abordadas no tópico a seguir.


Desafios na Educação Contemporânea

Como qualquer profissão, existem desafios que permeiam o futuro, e na área da Pedagogia, não é diferente.


Mais uma vez, temos que bater na tecla da tecnologia. O avanço nesta área é tremendo, e certamente será um grande divisor de águas nos próximos anos para o futuro da educação mundial, sobretudo ao compararmos a educação pública com a privada.


Quando falamos deste tema, devemos ressaltar a grande disparidade na educação brasileira.


A falta de infraestrutura, acesso e condições mínimas nas escolas públicas brasileiras dificulta a permanência de muitos estudantes, em comparação com o ensino privado.


Somando estes problemas à presença iminente da tecnologia nas escolas, a disparidade aumenta ainda mais. Como consequência, é previsto que a taxa de evasão escolar seja ainda maior nos próximos anos, principalmente nas áreas rurais, que tendem a ser mais pobres.


Logicamente, este cenário perverso incide sobre a atuação do pedagogo. Para os profissionais que trabalham em escola pública, é necessário um preparo redobrado para o trabalho de qualidade nestas instituições, já que terão que se adaptar a um cenário complexo que também será afetado diretamente pelo poder das tecnologias.


Em contrapartida, os educadores que se inserirem nas escolas particulares de ponta, estarão vivendo o auge de suas carreiras, já que poderão utilizar estas ferramentas a seu favor, e construir um modelo de educação ainda mais eficiente.


Como já ressaltamos, as tecnologias abrirão muitas portas para uma educação de maior qualidade, além de disponibilizar novos métodos e estratégias de ensino, aspectos que serão percebidos pelos próprios alunos em seus modelos de aprendizado.


Vale ressaltar que a Pedagogia é uma área que afeta diferentes contextos, aspectos que devem ser considerados pelos profissionais.


A educação é complexa e essencial para lidarmos com temáticas importantes, como sustentabilidade, diferenças e questões sociais, exigindo um nível de adaptação e atualização ainda maior por parte dos educadores.


Tanto em escolas públicas quanto particulares, estas temáticas deverão ser trabalhadas com os alunos, no sentido de se promover uma educação mais integral e inclusiva, pautada na conscientização social.


Conclusão

A principal conclusão que podemos afirmar é o elevado potencial que a área da Pedagogia atingirá nos próximos anos. A educação sempre será um ponto crítico para o crescimento da sociedade e desenvolvimento dos seres humanos.


Como diria Charles Darwin, “Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças”. Os pedagogos que souberem utilizar este conceito a seu favor, sobretudo por conta das tecnologias, estarão mais aptos a sobreviver neste oceano repleto de possibilidades.


Abordamos o elevado potencial que a Pedagogia traz aos novos profissionais. Caso não estejam interessados em trabalhar em escolas ou outras instituições de ensino formais, podem se dedicar a outras frentes de trabalho, como hospitais, museus, centros educativos.


Um dos principais pontos da carreira do pedagogo é sua alta versatilidade, que os prepara para atuar em diferentes áreas de atuação com louvor e excelência.


Aliás, cresce ainda mais a demanda por profissionais educadores para as empresas, mediante a alta necessidade por suas habilidades educacionais e também interpessoais.


Empresas que investem na educação integral de seus colaboradores tendem a se destacar em suas áreas, uma vez que já foi reconhecido o potencial que o capital humano exerce sobre cada organização.


A importância da Pedagogia também é evidente no ensino tradicional. Embora seja possível dizer que a tecnologia será capaz de substituir o ensino daqui a alguns anos, muitos pedagogos estão aprendendo a utilizar as ferramentas em prol de gerar ainda mais qualidade ao aprendizado dos alunos.


A expansão das tecnologias é notável e já apresenta grande impacto no modelo educativo atual. Portanto, é papel dos novos pedagogos compreender, assimilar e inserir ferramentas tecnológicas para expandir o potencial de conhecimento e aprendizado humanos.


Espera-se que este artigo tenha sido esclarecedor e útil para suas buscas. Siga as orientações apresentadas e sinta-se livre para revisitar o conteúdo, futuro pedagogo! Até mais!


Referências Bibliográficas:




Comments


bottom of page