Estudantes do curso de Direito da UNICEP participaram de simulação de audiência

Os estudantes do curso de Direito da UNICEP participaram de uma audiência simulada, no último sábado (30), com o tema “legalização do uso da maconha para uso medicinal”.

De acordo com a docente da disciplina de Direito Constitucional, Karina Granado, eles se preparam durante semanas, cada um com seu papel: advogado das partes, ANVISA e todos os operadores do Direito. “Chamamos também alunos mais experientes no caso da Isadora Aparecida Pereira, que é aluna do último ano, para figurar como juíza. Temos também a Adriana Cecília Oliveira de Lima que é uma aluna do oitavo período e servidora do Tribunal de Justiça, que veio para contribuir como escrevente de audiência”, falou.

A docente ainda reforçou a importância dessas atividades práticas aos alunos. “A UNICEP enfatiza a prática processual. Então os professores com as temáticas dadas em formas disciplinares escolhem um viés desse conteúdo para que os alunos possam trazer as suas formas de argumentação”, explicou Karina falando que a atividade foi desenvolvida para os estudantes do segundo período do curso, mas que o objetivo não foi discutir a questão processual propriamente dita. “Mas sim a questão postural, de fala, dicção, concretização de ideias, de ter começo, meio e fim de suas falas para que eles possam, então, todo semestre ir melhorando seus conhecimentos práticos e da operação prática do direito”, finalizou.

A estudante Janaína Souza, atuou como Advogada, uma deputada federal que defendia o uso da maconha para fins medicinais: “Simular aquilo que aprendemos em sala de aula nos traz uma bagagem para quando terminarmos o curso e também para criarmos vínculo e experiência que poderão ser aplicadas”.

E Isadora Aparecida Pereira finalizou: “Eu acho muito importante esses exercícios em sala de aula, porque além de fomentar a discussão de temas muito relevantes na sociedade, também ajudam na prática do que aprendemos na sala de aula, ou seja, algo que é abstrato na cabeça de alguns alunos acaba se tornando mais visível e palpável”. 

Texto: Andrea Vergamini de Castro e Ana Lívia Schiavone

Cadastre seu e-mail

E receba novidades exclusivas

Compartilhe