Egresso da UNICEP trabalha com cultivo de cogumelos comestíveis

Ao desenvolver o TCC, trabalho de conclusão de curso, é possível se encontrar dentro da área que mais gosta e às vezes encontrar um trabalho para a vida inteira. Esse foi o caso do egresso do curso de Engenharia Agronômica da UNICEP, Ricardo Anselmo Peres, que concluiu o curso em 2018. E por onde anda o Ricardo? O egresso criou a “Pau D’Alho Cogumelos da Fazenda”, que produz cinco variedades de cogumelos comestíveis.

De acordo com o engenheiro agrônomo: “A graduação em engenharia agronômica me proporcionou conhecimentos de todas as áreas do agronegócio, além de ter me apresentado professores e outras pessoas que foram colaboradores para o meu sucesso como aluno e como profissional”. 

Ele contou que escolheu o curso “pelo fato de sempre ter afinidade com o campo. Desde criança tive contato com a rotina de fazenda e sempre fui fascinado por filme de cowboys e essa afinidade foi fundamental para a escolha do meu futuro.”.

“Sempre quis um tema diferente para o projeto de conclusão de curso. Além disso queria que meu trabalho não ficasse apenas na teoria, minha vontade era de colocá-lo em prática. Pesquisei por um tempo títulos não comuns para meu TCC, até que encontrei o cultivo de cogumelos comestíveis que, além de ser algo interessante eu poderia trazer esse projeto para a prática. Comecei com apenas um saco de substrato para teste, depois passei para três até chegar em nove sacos para meu experimento. Durante o desenvolvimento do meu TCC, percebi que havia espaço para eu trabalhar com esse cultivo de forma comercial.”, contou e continuou: “Desde então vim me preparando para tornar minha pesquisa em um negócio. Da teoria fui para prática e da prática transformei meu TCC em uma fonte de renda.”.

Ricardo contou que hoje produz em média 200kg mensais de cinco variedades de cogumelos, sendo o carro chefe o shimeji branco, e fornece para São Carlos e região. “Nossos cogumelos são cultivados de maneira sustentável e orgânica, sem uso de defensivos agrícolas, além disso nossos cogumelos são entregues aos clientes no mesmo dia da colheita para que chegue o mais fresco possível para nossos clientes”.

E finalizou: “Trabalhar no campo, tanto com lavoura ou pecuária, exige principalmente a paixão, pois trabalhar na área do agronegócio exige dedicação, empenho e muitas vezes não temos finais de semana ou feriado. Entretanto, pra mim e às pessoas que eu conheço da área, não existe trabalho melhor. E não há nada mais satisfatório do que você elaborar um projeto, colocar em prática e vê-lo se desenvolver com sucesso. Uma sugestão que eu gostaria de dar aos novos alunos é que muitas vezes o cansaço vai tomar conta, mas a persistência vai levar ao sucesso. E, o principal, é gostar do que faz e o leque do agronegócio é muito grande, sendo uma vantagem aos alunos poderem escolher diferentes vertentes da Agronomia, sendo elas lavoura, pecuária, administração, pesquisa, consultoria...”.

E aí ficou curioso? Acesse o site do curso e descubra muito mais, clique aqui!

Texto: Ana Lívia Schiavone

Cadastre seu e-mail

E receba novidades exclusivas

Compartilhe