Egressa da Nutrição foi aprovada em mestrado

A recém-formada do curso de Nutrição da UNICEP, Rebeca Isis Santos, passou no mestrado no Departamento de Enfermagem da UFSCar.

Segundo ela, a UNICEP foi fundamental para essa conquista. “Foi graças aos docentes, principalmente a Valéria Schneider e a Maria Sylvia, que me incentivaram desde a Iniciação Científica, pois elas se mostraram dispostas a me auxiliarem no que eu precisasse, me indicaram o programa de mestrado e a possibilidade de ingressar como aluna especial para conhecer um pouco mais a universidade”, disse a nova mestranda apontando também sobre a importância das atividades extracurriculares ao longo do curso, como seminários e palestras.

O título da pesquisa de Rebeca é "Avaliação microbiológica e de boas práticas de fabricação de alimentos em restaurante universitário", que começará a ser desenvolvida no Restaurante Universitário da UFSCar.

“Escolhi esse tema pois me interesso pelas questões que envolvem o preparo e fornecimento de alimentos seguros, doenças transmitidas por alimentos (DTA), como evitar essas doenças e suas conseqüências. Inclusive, assim que terminei a graduação, fiz uma pós-graduação em Gestão da Qualidade e Controle de Higiene Sanitária de Alimentos, já pensando em me aprofundar nesse assunto, pois, enquanto me preparava para ingressar no mestrado, estudava inglês e preparava o projeto de pesquisa”, disse Rebeca que optou por fazer um mestrado devido a sua experiência com a Iniciação Científica, pois ela desenvolveu uma pesquisa nos Restaurantes Populares e no Bom Prato em São Carlos. “Além de pesquisar um tema extremamente relevante para a população e para o desenvolvimento da ciência da nutrição, tive contato com as dificuldades e responsabilidades que a pesquisa de campo envolve, e ganhei muito em termos de desenvolvimento pessoal, autoconhecimento, autoconfiança, e vi que eu poderia ir além”, falou.

E sobre o seu futuro profissional, ela já está decidida. “Além de continuar os estudos, futuramente pretendo ingressar no doutorado, e, com certeza, dar aulas e trabalhar com consultoria na área de segurança alimentar”, finalizou.

Texto: Andrea Vergamini de Castro
 

Cadastre seu e-mail

E receba novidades exclusivas

Compartilhe