Arquitetura fez apresentações e exposição de TGI na UNICEP

Durante o mês de junho, os estudantes de Arquitetura e Urbanismos da UNICEP, passaram pela primeira etapa das bancas de avaliação do Trabalho de Graduação Interdisciplinar, TGI. Além das apresentações, os estudantes também realizaram uma exposição de trabalhos no piso superior do Bloco B6.

De acordo com o professor Me Renato Aurélio Locilento, que coordena o TGI, o Trabalho de Graduação Interdisciplinar é um componente curricular obrigatório realizado ao longo do último ano, nono e décimo período, do curso de Arquitetura e Urbanismo, como atividade de síntese, integração de conhecimento e consolidação das técnicas de pesquisa e de projeto. 

Renato explicou que o estudante desenvolve o trabalho de forma individual escolhendo o tema, que deve ser relacionado com as atribuições profissionais do arquiteto e urbanista, e a área de intervenção para a implantação da proposta. “Neste trabalho o aluno deve demonstrar o domínio dos conhecimentos desenvolvidos ao longo de todo o curso, demonstrando aptidão em abordar temáticas que considerem questões relativas ao ambiente construído, à paisagem, ao urbanismo, ao projeto da edificação e da cidade. Além disso, o aluno deve apresentar elementos teóricos coerentes com a proposta a ser desenvolvida. Enfim, o TGI é o momento no curso de arquitetura em que o aluno tem a oportunidade de expressar todo o conhecimento teórico-prático adquirido ao longo de sua formação.”, afirmou Renato.

O docente ainda falou que o processo de desenvolvimento do TGI traz uma experiência muito rica ao aluno, são abordados de forma completa todas as etapas que devem ser compreendidas em um projeto arquitetônico. “Desde os estudos preliminares de viabilidade do tema e da área escolhida até chegar a um conjunto de peças gráficas de representação arquitetônica e maquetes digital e física. Esta experiência traz maturidade projetual aos alunos, auxilia-os como profissional, além de poder compor seu portifólio de projetos.”, e completou: “Vale destacar também, que os melhores trabalhos avaliados pela banca final, são recomendados e incentivados a se inscreverem e participarem de concursos, como o do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo. Esta participação e eventual premiação traz um grande reconhecimento e pode proporcionar trabalhos em importantes escritórios de arquitetura e urbanismo.”.

 

A estudante do 9º período do curso, Flávia Cavicchioli Monteiro, contou: “Para desenvolver o TGI, estávamos desde o segundo semestre de 2021 se dedicando à temática visando a criação de um projeto de pesquisa. No início do primeiro semestre de 2022 aprofundamos as análises para então iniciar o desenvolvimento do projeto arquitetônico. É uma etapa que exige bastante dedicação, assim como todas as etapas do curso, mas como nesse momento desenvolvemos um projeto de arquitetura individualmente, temos toda a responsabilidade em nossas mãos para entregar um bom trabalho”.

Para Flávia foi um momento muito importante: “O TGI é o nosso trabalho de conclusão de curso, então entregar um bom projeto e ter um feedback positivo da banca avaliativa representa que conseguimos aplicar os conhecimentos que adquirimos ao longo do curso, e estamos minimamente prontos para seguir para o mercado de trabalho. Digo isso, já que o mercado de trabalho nos trará mais conhecimento e aprendizado com o tempo. Mas de fato o TGI nos permite uma imersão na temática do nosso projeto e aquisição de novos conhecimentos.”.

E finalizou contando que: Ainda temos o TGI2, que é a continuação e aprofundamento do desenvolvimento do projeto. A expectativa é que eu continue com máxima dedicação e tenha um excelente resultado na banca final e quem sabe alguns dos nossos projetos sirvam de inspiração para serem aplicados e saírem do papel um dia.”.

Quer conhecer o curso de Arquitetura e Urbanismo da UNICEP, clique aqui!

 

Texto: Ana Lívia Schiavone
 

Cadastre seu e-mail

E receba novidades exclusivas

Compartilhe