CENTRAL DE NOTÍCIAS


14/12/2017

Diretor da UNICEP recebe título de Cidadão Benemérito de São Carlos



Na última sexta-feira (08), o Diretor Geral da UNICEP, Prof. Dr. Dorival Marcos Milani, foi homenageado pela Câmara Municipal de São Carlos, por iniciativa do Presidente da Casa, o Vereador Julio Cesar Pereira de Souza.

De acordo com o Vereador, quando a indicação foi apresentada para os Vereadores da Câmara, “todos aprovaram por unanimidade. O professor Dorival é uma referência para todos nós, tem o trabalho e um currículo invejável, contribuiu muito e como ele mesmo diz, plantou árvores, que germinaram sementes com as quais novas árvores foram plantadas em vários pontos do Brasil e do Mundo. O professor Dorival fez um trabalho muito importante, passou pela UNESP, USP, UFSCar e está neste projeto que é a UNICEP, uma referência para todos nós, que forma excelentes profissionais.”.

“Gostaria de externar gratidão, em um dia muito especial quando recebi o título que a Câmara concede de Cidadão Benemérito do Município de São Carlos, muito me honra, mas acima de tudo me comove, pela forte simbologia que tem, vem um turbilhão de memórias acumuladas, algumas até já esquecidas, desde quando aqui nasci e decidi fazer de São Carlos o meu lugar”, disse Dorival, emocionado.

Segundo Dorival, a atitude de reconhecer e homenagear é um ato de desprendimento e profunda demonstração de consideração e afeto e nada é mais gratificante na vida de um homem do que o reconhecimento. “Não pela vaidade de ser reconhecido, mas pela afirmação coletiva de que nossas ações sempre buscam a melhoria do ser humano”, afirmou.

E concluiu: “Agradeço a todos que direta ou indiretamente, em muito, contribuíram com minha vida social, acadêmica e profissional. Sempre me pautei em quatro princípios que foram fundamentais na minha vida acadêmica, social e profissional, desde o grupo primário, o ginásio, o científico, curso técnico até a faculdade: Determinação, Fé, Entusiasmo e Coragem. Graças a esses valores e princípios, o destino foi generoso comigo, tanto que me concedeu, mais uma vez, a oportunidade para refletir sobre o significado e a trajetória da nossa vida.”.

Participaram da homenagem Diretores, Docentes e Funcionários da UNICEP, além de amigos e familiares do professor, Autoridades e seus representantes.


Histórico Pessoal:
Desde 1965, ajudei estudantes com dificuldades de aprendizagem. Em 1967, era estudante da faculdade e, por acidente de percurso, tornei-me docente da rede estadual de ensino. Assim, iniciei a atividade de docente na cidade de Rio Claro, na sequência também passei por Itirapina, Brotas, Ibaté e São Carlos. Em 1973, iniciei na UFSCar e permaneci até o ano de 1993, desde o início colaborei com o fortalecimento da instituição em nível nacional e internacional, com a participação em projetos de pesquisa, na orientação de estudantes que hoje desenvolvem atividades profissionais ou de pesquisas em quase todos estados brasileiros, e muitos, em países das Américas Central, Norte e Sul e em países Europeus. Ainda, como docente da UFSCar, colaborei na criação, no ano de 1978, em UFMG-Belo Horizonte, da Sociedade Brasileira de Matemática Aplicada e Computacional (SBMAC), da qual fui membro da primeira diretoria.

Em 1975, iniciei a qualificação profissional na USP, campus de São Carlos com a obtenção do mestrado e do doutorado, que foram concluídos até o ano de 1992. Foi aqui que completei, juntamente com a UFSCar, a produção científica e a carreira profissional.

No ano de 1993, quando me aposentei, recebi vários convites e aceitei dois convites: da UNESP, Campus de Bauru e Universidade São Francisco em Itatiba. De 1993 até 1997, na Universidade São Francisco, contribuí para ajudar a montar e consolidar a implantação do Curso de Bacharelado em Engenharia de Computação e na implantação do Programa de Mestrado em Metrologia. No mesmo período na UNESP, Campus de Bauru, a missão foi de contribuir na consolidação de implantação de Cursos de Pós Graduação, ajudar a elaborar programas de liberação e afastamento para os docentes poderem se qualificar em programas de pós-graduação.

No segundo semestre do ano de 1995, recebi o convite de dois grandes educadores, (In memoriam), Antonio Carlos Vilela Braga e Oswaldo Aparecido Ienco, mantenedores da faculdade Centro de Ensino Superior de São Carlos, para, inicialmente, assessorá-los na transformação do Centro, que em 2001 foi denominado como Centro Universitário Central Paulista – UNICEP, após credenciamento junto ao MEC. Juntamente com a elaboração da proposta de transformação iniciamos um processo de valorização dos estudantes e do corpo docente com a criação, em 1996, do 1º Congresso de Iniciação Científica – CIC/ASSER e, em 1997, o 1º Congresso Nacional de Pesquisadores CONAPE, os quais continuam até hoje. Em 1996 colaboramos com o lançamento e a edição do primeiro número da Revista Multiciência (Qualis B). Neste ano já tínhamos 06 cursos superiores, hoje, temos 25. Desde 2006, fomos contemplados com bolsas PIBIC, atualmente, temos 13 bolsas PIBIC, incentivando os estudantes e os docentes a trilharem pelo caminho da pesquisa com apoio financeiro institucional. Temos convênios e parcerias com órgãos públicos e privados. Agradeço, a todas as comunidades da UNICEP: Diretores, Coordenações, docentes, funcionários e estudantes, sem nominar. Agradeço especialmente a nossa competente e fiel secretária, Loreni, que desde o ano de 1996 me acompanha, com muita competência e dedicação em todos os processos, entre outros, administrativos, educacionais, eventos, pesquisa e de extensão.

Agradeço os nossos mantenedores, (In memória), Antonio Carlos Vilela Braga e Oswaldo Aparecido Ienco que acreditaram em meu potencial para fazer toda a transformação na UNICEP: em educação, extensão e pesquisa. Destaco que a convivência com eles foi um aprendizado muito grande no conhecimento do ensino particular no Brasil. Hoje, continuam o legado os respectivos herdeiros e mantenedores David Braga e Marcello Ienco, representando à mantenedora.

Agradecemos todos os membros da Associação Brasileira de Somellier – ABS São Carlos e, em especial a nossa Confraria do vinho, através da qual foi possível conhecer, olhar e degustar muitos dos vinhos produzidos e elaborados. Aos amigos do Futebol e, em especial, ao grupo carinhosamente conhecido como “Mortáveis”. Aos amigos do Tênis e, em especial, ao grupo carinhosamente conhecido como “Realmatismo”. Agradeço aos órgãos, dos quais sou consultor ad hoc que em muito contribuíram em todos os sentidos: MEC; INEP, CAPES, CNPq, FAPESP, FAPEMIG, FAPERJ e FAPEMAT.

Agradeço a todos, indistintamente, por este momento.

Assim, sempre digo e repito que, como caminhar, e até onde caminhar, depende muito da ajuda de todos e, em especial, da família e dos amigos. Cultivemos a família e a amizade, e tenhamos dias muito felizes.






Newsletter UNICEP
Deixe seu email e receba nossas novidades »