Simpósio Continuado de Arquitetura trouxe experiência de egressos

Na terça-feira (5), o curso de Arquitetura e Urbanismo da UNICEP realizou o Simpósio Continuado, com as palestras das profissionais da área, Elaine Jardim e Rosane Bachmann, que também são egressas do curso.

Com o tema "Trajetória profissional pós-curso de Arquitetura e Urbanismo", Elaine explicou aos estudantes presentes que escolheu a área de Patrimônio Cultural.  “O objetivo da minha fala foi para apresentar aos meus futuros colegas a opção de atuação profissional em atividades de pesquisa e produção cultural na área de Patrimônio”, falou.

A profissional também afirmou que se envolveu com o tema do Patrimônio Cultural ainda durante o período da graduação realizada na UNICEP. “Abordei o meu percurso acadêmico desde a Iniciação Científica e Trabalho de Graduação Integrado, a pós-graduação em Discurso e Leitura de Imagem (UFSCar) e o Mestrado em Museologia (USP). Esse percurso escolhido, está fundamentado no aspecto simbólico da Arquitetura e do Urbanismo, na construção das representações sociais (imaginário) e na compreensão da cidade como bem cultural constituído a partir de processos sociais (MENESES, 1985)”.

Como exemplos de sua atuação profissional, Elaine apresentou dois projetos culturais: a coordenação e produção da exposição comemorativa dos 50 anos do museu Lasar Segall (2016-2017) e a coordenação do projeto Diálogos no Museu da Cidade de São Paulo, um ciclo de seminários que aborda a memória institucional, a formação dos seus acervos institucionais e, sobretudo, a cidade de São Paulo como acervo operacional do museu. E finalizou: “A orientação que posso dar aos meus futuros colegas é que o curso nos oferece uma base multidisciplinar importante, que nos possibilita um amplo leque de atuação profissional. Dentre essas opções, é importante identificar o aspecto que mais atende aos interesses, anseios, aptidões pessoais e se aprofundar. Independentemente da área escolhida, é importante ter em vista a necessidade de estudo permanente e consistente. Para quem optar pela produção cultural e acadêmica, como foi o meu caso, é fundamental o gosto pela pesquisa, pelo estudo das Ciências Humanas, pela literatura, cinema, artes plásticas e, principalmente, é preciso ter o gosto pela escuta do outro. ”.


Texto: Andrea Vergamini de Castro

Cadastre seu e-mail

E receba novidades exclusivas

Compartilhe